Como a telemedicina pode revolucionar sua clínica

A telemedicina em clínicas representa um grande avanço na prestação de serviços médicos, viabilizando assistência a um número muito maior de pacientes. Permite, sobretudo, uma avaliação mais aprofundada com o intercâmbio entre especialistas.

Amplia a capacidade de atendimento dos hospitais, clínicas, laboratórios, alcançando pacientes que não teriam acesso aos serviços, ou aqueles cuja dificuldade de deslocamento retardaria muito o atendimento devido. Em consequência, há um maior retorno dos investimentos, viabilizando novas frentes.

Fazendo uso de tecnologia médica e de comunicação, permite a liberação de laudos com mais eficiência e, por conseguinte, a tomada de decisão pelos profissionais em ação.

O que é telemedicina?

A telemedicina, criada em Israel, é a oferta de serviços médicos a distância, com vistas a atender às necessidades no caso da localização ser um fator limitante para o acesso a esses serviços. Mas também é utilizada entre instituições médicas (hospitais, clínicas, laboratórios, etc.), na troca de informações, no fornecimento de resultados de exame, na utilização de referências, entre outros.

São serviços fornecidos por profissionais de saúde habilitados cujas informações médicas transitam de um ponto a outro por meio de tecnologia de comunicação eletrônica.

Com funciona a telemedicina?

A telemedicina envolve cada vez mais aplicações e serviços que utilizam modernas tecnologias de comunicação e informação por meio da internet.

A telemedicina atua em 3 frentes básicas:

  • Assistência
  • Educação
  • Emissão de laudos
VEJA TAMBÉM:  6 perguntas e respostas sobre a telemedicina

A assistência a distância é uma tendência mundial. Trata-se do monitoramento de um paciente no seu próprio domicílio ou em um estabelecimento médico. São utilizados diversos equipamentos para uma adequada avaliação dos principais parâmetros clínicos, de modo que se possa garantir uma acurada investigação médica do paciente, sem a necessidade do seu deslocamento.

A educação a distância visa oferecer capacitação especializada aos profissionais de saúde que se encontram afastados dos principais pontos de formação, com vistas a atualizá-los. São empregadas para esse fim, principalmente, as videoconferências e as técnicas de e-learning.

A emissão de laudos remotamente é a frente que mais tem crescido no Brasil. Com essa tecnologia, o exame pode ser realizado em qualquer ponto do país.

Quais são as vantagens?

A telemedicina apresenta um extenso leque de vantagens para o paciente, para os profissionais de saúde, assim como para as clínicas e os hospitais. Veja quais são os principais:

Para o paciente

  • Viabilização do atendimento.
  • Acesso a um maior número de especialistas avaliando o mesmo caso.
  • Aumento da qualidade do serviço oferecido.
  • Maior precisão nos diagnósticos.
  • Redução nos tempos de deslocamento.
  • Menor risco de infecções hospitalares.

Para os profissionais e as instituições médicas

  • Descentralização da assistência médica.
  • Ampliação da rede de atendimento.
  • Maximização do retorno financeiro das instituições médicas.
  • Maior intercâmbio entre as instituições.
  • Redução da lotação de unidades médicas.
  • Interligação com pesquisas mais recentes.
  • Oportunidades de capacitação para os profissionais.
VEJA TAMBÉM:  Tudo sobre exames e laudos on-line para laboratórios

A telemedicina em clínicas, hospitais, laboratórios e demais instituições médicas está a serviço dos pacientes e dos profissionais de saúde. E, nessa linha, ainda poderá oferecer muito mais a esses segmentos por meio da evolução da tecnologia utilizada.

Agora que você já viu algumas das vantagens da telemedicina em clínicas, saiba tudo sobre essa tecnologia baixando o e-book que disponibilizamos para você!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *