Doenças do Coração

Quais são as doenças do coração que mais matam? Saiba aqui!

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), as doenças do coração lideram o ranking de doenças que mais matam no mundo, estando à frente até mesmo da tuberculose e de acidentes de trânsito.

Confira agora quais são as doenças do coração que mais matam. Afinal, é importante conhecer os males e se prevenir da melhor maneira, não é mesmo?

Insuficiência cardíaca

Como o próprio nome diz, a insuficiência cardíaca se deve a um mal funcionamento do coração quando este não consegue suprir sua principal função: bombear o sangue por todo o corpo.

Essa doença se divide em dois tipos. A insuficiência cardíaca sistólica, quando o miocárdio (músculo do coração) não consegue ejetar o sangue para as artérias, e a insuficiência cardíaca diastólica, quando o miocárdio fica rígido e não consegue armazenar o sangue para ser bombeado.

Suas causas se devem ao avanço da idade ou pelo desenvolvimento de doenças secundárias, como a doença de Chagas. Dentre os principais sintomas, destacam-se cansaço constante, tonturas, dor local e respiração ofegante.

Infarto agudo

Provocado pela falta de sangue e, consequente, pela má oxigenação dos vasos sanguíneos, o infarto agudo do miocárdio, popularmente chamado só de infarto, consiste na parada súbita do coração pelo entupimento da artéria coronária.

Dor no peito, suor excessivo e mal estar estão entre os sintomas que aparecem primeiro. Ao percebê-los, busque o mais rápido possível a ajuda médica para que não ocorra o infarto fulminante, que pode levar ao óbito.

Acidente vascular cerebral

Conhecido pela sigla AVC, o acidente vascular cerebral ocorre pelo entupimento ou pelo rompimento de vasos sanguíneos na região craniana, o que pode gerar má oxigenação do cérebro e, por consequência, a parada cardíaca.

Os vasos podem entupir pelo acúmulo de placas de gorduras e se romper pela elevada pressão arterial provocada por inúmeros fatores. Os sintomas são: formigamento em uma parte do corpo, dor de cabeça, tonturas e paralisia. Caso a pessoa que está sofrendo o AVC não procure o auxílio médico imediatamente, a lesão pode se agravar, gerando uma série de sequelas neurológicas e motoras — ou até mesmo provocando a morte.

Doença vascular periférica

Assim como o AVC, a doença vascular periférica é causada pelo entupimento de vasos sanguíneos, mas nesse caso, por todo o corpo — e em especial, nas artérias periféricas.

A obstrução dos vasos pode exigir um maior esforço cardíaco, além de diminuir o fluxo em determinados membros. Nas pernas, por exemplo, pode levar a doenças secundárias, como a trombose.

Dentre os principais sintomas, destacam-se dor intensa, dificuldade ao movimentar os membros afetados, dormência e cansaço exagerado.

Morte súbita

É o chamado infarto fulminante. Nesse caso, não há chances de socorro. A morte súbita ocorre principalmente por conta de outras doenças cardiovasculares, não apresentando sintomas específicos antes de acontecer.

Para se prevenir contra essas doenças, não há melhor método do que realizar exames regularmente e estar esperto para o aparecimento dos sintomas, evitando surpresas indesejáveis e problemas futuros.

Algo que é muito eficaz contra as doenças do coração e se torna cada vez mais popular nos dias de hoje, é a telemedicina. Aliada aos meios de comunicação e ao avanço implacável da internet, a telemedicina quebra barreiras de distância e atende pacientes de forma segura e completa em todas as partes do globo, auxiliando até mesmo as pequenas comunidades com uma assistência médica de primeira mão.

Esse recurso não só é vantajoso para pacientes, como também para os médicos, pois garante uma troca veloz de informações — fator que pode ser crucial para um tratamento urgente.

Gostou do nosso artigo? Então deixe um comentário!

VEJA TAMBÉM:  Como melhorar o mix de serviços da sua clínica?
1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *