Por que oferecer telemedicina para idosos e casas de repouso?

Telemedicina ou telehomecare é uma forma encontrada pelos serviços de saúde para atender o paciente em casa, por meio do uso de tecnologias de comunicação a distância. Esse sistema também permite a coleta de exames, o que ajuda os que possuem doenças crônicas, como diabetes, cardiopatias, entre outras, e, principalmente, idosos ou pacientes internados em casas de repouso.

Essa modalidade é extremamente útil, pois confere um acompanhamento seguro, ao mesmo tempo em que garante mais conforto e bem-estar ao doente ou idoso. Vamos conhecer agora algumas informações sobre a telemedicina para idosos e saber mais sobre sua importância.

Como oferecer telemedicina para idosos beneficia esse grupo de pacientes

O avanço da tecnologia trouxe grandes contribuições para uma melhor qualidade de vida, o que muito beneficiou os idosos, principalmente por conta de eles terem mais comodidade em atendimentos médicos.

Empresas de saúde que optem por oferecer o telehomecare entre seus serviços, direcionados à geriatria, têm uma grande oportunidade de crescimento. Isso porque, nos dias atuais, a população de idosos aumentou, bem como seu tempo de vida.

Há muito idosos em casas de repouso necessitando de um atendimento mais especializado. A telegeriatria pode preencher tal necessidade. Vejamos que benefícios essa modalidade traz para os pacientes idosos:

Tempo otimizado

É possível acelerar o acesso aos resultados de exames de pacientes, otimizando o tempo para as decisões médicas. Quando o laudo estiver pronto, rapidamente os dados ficam disponíveis na web para consulta do profissional de saúde ou do próprio paciente.

VEJA TAMBÉM:  Como fazer o exame de eletrocardiograma?

Mais segurança

A segurança das operações na telemedicina é um dos maiores benefícios. Os dados e exames do paciente somente são acessados por pessoal autorizado, mediante uma identificação ou senha.

Cuidados interativos

A interação por teleatendimento em tempo real entre médico e paciente beneficia quando a clínica ou hospital fica muito distante da residência ou da casa de repouso. Também é um facilitador em casos de pacientes impedidos ou com dificuldades de locomoção, como é o caso de muitos idosos.

Ferramentas como áudio e vídeo, bem como aplicativos, possibilitam ao médico consultar e dar laudo de exames em tempo real, como em uma visita clínica comum.

Monitoração remota

Os idosos requerem muita atenção constantemente. Nesse requisito, a telegeriatria traz grandes benefícios, visto que o médico ou outro profissional de saúde pode verificar sinais vitais a distância e até mesmo utilizar um sistema de alarme para monitorar o idoso, com avisos caso algo esteja errado com o paciente.

Redução de contágios

A telemedicina é também uma vantagem nesse sentido. Como a avaliação do paciente acontece de maneira remota, são diminuídas as chances de transmissão de doenças infecciosas, seja para os demais frequentadores do espaço, para o médico ou para o próprio idoso, que em geral já está debilitado.

Sendo assim, o uso da videoconferência na telegeriatria também é uma medida de proteção contra a disseminação de doenças infecciosas entre profissionais de saúde, médicos e pacientes.

VEJA TAMBÉM:  Saiba como melhorar sua produtividade na gestão de laboratório

A telemedicina para idosos pode e deve ser usada em casas de repouso, quando um médico ou enfermeira não estão presentes fisicamente para cuidados constantes. É uma forma de reduzir também internações em hospitais.

A telemedicina para idosos atende muito bem as demandas de qualidade em prol da saúde. Gostaria de saber mais sobre como oferecer um sistema de telehomecare, em especial para o segmento da geriatria? Então entre em contato conosco!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *