Como reduzir os custos do seu consultório médico?

No dia a dia, além das demandas cotidianas de um consultório, os gestores de clínicas enfrentam também o desafio de organizar, gerenciar e reduzir os custos operacionais da empresa.

Para auxiliar nessa importante tarefa, reunimos no post de hoje algumas dicas de como reduzir custos sem perder em qualidade e eficiência no serviço — pelo contrário, otimizando seus processos de gestão, o resultado será mais saúde e estabilidade para o seu consultório!

Conheça as suas despesas

Para saber onde cortar custos, é importante reunir e listar todos os seus custos, incluindo manutenção de equipamentos, pagamento de funcionários, compra de novos materiais, investimento em comunicação e todas as despesas recorrentes (as contas mensais) ou as esporádicas (cursos de capacitação, entre outros).

Mapeie também as suas receitas e a quantidade de pacientes que você possui atualmente.

Realize um diagnóstico

Assim como os seus pacientes, o seu consultório também precisa de uma avaliação criteriosa para, a partir disso, iniciar o tratamento mais indicado para manter a saúde. Todo consultório possui despesas fixas que não podem ser cortadas, pois prejudicariam o andamento das atividades e qualidade dos serviços. Portanto, antes de cortar, saiba o que é essencial para a empresa.

Com essa lista do que é dispensável e quais recursos podem ser mais bem utilizados, ficará mais fácil descobrir como reduzir custos.

Negocie com seus fornecedores

Um dos caminhos importantes para enxugar custos é analisar se seus fornecedores estão cobrando preços acima do executado pelo mercado. Pesquise, faça orçamentos e negocie com seus parceiros e concorrentes o melhor custo-benefício para o seu consultório.

VEJA TAMBÉM:  Telerradiologia: descubra o que é e como aplicar no laboratório

Fique atento aos vencimentos e taxas

Um dos erros mais comuns, tanto na gestão de empresas quanto nas finanças pessoais, é o atraso no pagamento das contas, que resultam em multas e juros. Por isso, um dos primeiros passos rumo ao objetivo de enxugar custos é ficar atento aos vencimentos e programar os pagamentos, evitando, assim, o esquecimento e possível atraso.

Uma das dicas é criar um calendário de pagamentos e monitorá-lo semanalmente ou diariamente. Outro ponto importante é conhecer suas taxas bancárias e avaliar se alguma delas pode ser reduzida ou suprimida.

Procure ajuda de profissionais

Diante de assuntos financeiros mais complexos, como quitação de financiamentos ou investimentos em longo prazo, é recomendado procurar seu contador, consultor ou analista financeiro, para que ele possa te auxiliar nas melhores soluções e indicar o melhor caminho para a sua empresa no mercado financeiro.

Invista em um software médico

Hoje, existem muitas soluções no mercado para te auxiliar na gestão do seu negócio. Com tantas demandas e decisões para serem tomadas, os softwares são ferramentas desenvolvidas especialmente para otimizar seu tempo e aglutinar dados importantes para o seu negócio em apenas um lugar. Um deles é o Cardiofit, uma ferramenta que realiza as medições necessárias e transmite remotamente os dados aos especialistas, cortando assim diversos custos de envio e gestão de informações.

VEJA TAMBÉM:  Como melhorar o mix de serviços da sua clínica?

Com essas dicas, esperamos que você tenha conseguido aprender como reduzir custos no seu consultório e deixar seu negócio com a saúde em dia. Curta a nossa página no Facebook e continue acompanhando outras dicas para a gestão do seu consultório!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *