Por que o telehomecare é a medicina do futuro?

O telehomecare é um sistema por meio do qual é possível prestar atendimento ao paciente em casa, por meio do uso de tecnologias de comunicação remotas. A implementação desse sistema — com o qual pode-se também realizar coletas e exames — tem por objetivo gerenciar pacientes com doenças crônicas, principalmente as cardíacas, diabetes, entre outras, que podem ser ter acompanhamento seguro ao mesmo tempo que se garante o conforto e o bem-estar do paciente.

Neste post, reunimos algumas informações sobre por que o telehomecare é a medicina do futuro. Confira!

O crescimento do telehomecare traz benefícios para pacientes

O telehomecare consiste em tratar o paciente em casa, por meio de gadgets de monitoramento remoto. É uma tendência crescente, que irá impactar diversos mercados relacionados à área de saúde. Esse crescimento deve chegar, em 2019, a 17,7% por ano, com investimentos de mais de 43,4 bilhões de dólares, de acordo com pesquisas da BBC Research.

As vantagens do atendimento Telehomecare

Alguns procedimentos e diagnósticos médicos atualmente já são possíveis graças ao telehomecare, e a tendência é que novos tratamentos comecem a ser realizados por meio desse sistema também. Alguns dos procedimentos já disponíveis são:

Diagnósticos de problemas oculares à distância

Exames como a retinografia já podem ser realizados via telehomecare. Isso evita que o paciente precise perder tempo em filas, e diminui-se muito o tempo de espera para os exames.

VEJA TAMBÉM:  ECG de repouso: por que as academias devem exigir esse exame?

Com o sistema telehomecare, o exame é feito da seguinte forma: sem a necessidade de dilatar a pupila, é feita uma fotografia panorâmica de 270 graus da retina. Com o uso do retinógrafo, as imagens podem ser digitalizadas e enviadas via internet. Esse procedimento pode ser realizado por um técnico na área em qualquer lugar do mundo, e pode ser enviado para qualquer localidade.

Diagnóstico de problemas cardíacos a distância

Já existe há algum tempo uma rede em hospitais que identifica e monitora via telehomecare pacientes que sofrem de problemas cardíacos agudos. Utiliza-se, para isso, um equipamento conhecido como Point of Care Test, uma máquina portátil do tamanho de um cartão de crédito. No exame realizado com esse aparelho, verificam-se níveis de troponina, um marcador de necroses, sendo possível diagnosticar angina ou infarto.

O exame é basicamente um eletrocardiograma, que é transmitido por sinal de telefonia celular para o local onde há cardiologistas de prontidão, que irão recebê-lo e emitir o laudo em tempo real.

Resultados de exames de diabetes via telehomecare

A mais recente forma de atendimento via telehomecare está relacionada à captura de dados originados em equipamentos utilizados por diabéticos para coleta e medição da glicose no sangue.

O custo desse procedimento cai mais de 10 vezes, de acordo com o doutor Luiz Tizzato, CEO de uma empresa do ramo de tecnologia para a medicina, quando realizado por telehomecare.

VEJA TAMBÉM:  Qual é a importância da telemedicina cardiológica?

Os dados são coletados e enviados a centrais de atendimento, onde há uma equipe médica alerta, caso haja a necessidade de intervenção especial. Isso tem reduzido o número de internações e de idas e vindas a postos de saúde apenas para medir a glicose.

A utilização do telehomecare, além de reduzir custos e o tempo de espera, tem facilitado bastante na hora de obter diagnósticos, resultados de exames e até mesmo a opinião de vários médicos.

Você conhecia o telehomecare? O que achou desse serviço? Deixe o seu comentário!

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *